Audi R8 V10 Plus

 

Regula-Tuning-Audi-R8-front-quarter

Regula-Tuning-Audi-R8-rear-quarter

Audi-R8-e-tron-Nurburgring-Record-112[2]

O pé direito pisa fundo no acelerador. O esquerdo, no pedal do freio. Acelera-se ao máximo e, como o “ok” do instrutor, solta-se o freio. Este foi o primeiro contato da reportagem do G1 com o novo R8 V10 Plus, um teste de aceleração de 0 a 100 km/h feito, neste caso, em 4,07 segundos, no autódromo de Interlagos, em São Paulo(veja no vídeo ao lado).

Em condições ideais, incluindo altitude, umidade relativa do ar e velocidade do vento, entre outros, o mais novo lançamento da Audi no Brasil pode fazer tal feito em 3,5 segundos.

O carro chega ao país em agosto por cerca de R$ 800 mil — o preço ainda não foi definido, segundo a Audi — e traz sob o capô o poderoso motor munido do câmbio automático, os verdadeiros responsáveis pela impressionante aceleração.

A montadora alemã aposta em tais cavalos para vender 20 unidades do modelo por ano no Brasil àqueles que querem se divertir na rua com um carro de corrida. O novo motor V10 5.2 TFSI produz 550 cavalos de potência a 8.000 rpm e torque máximo de 55 kgfm a 6.500 rpm, sendo que a transmissão é a automática S tronic de 7 velocidades. A máquina pode atingir a velocidade máxima de 317 km/h.

Segundo a Audi, a nova transmissão compacta de dupla embreagem possui função de controle de saída que oferece arranque mais rápido. As marchas podem ser selecionadas pelo motorista por meio da alavanca ou dos shift-paddles (borboletas) no volante – ou funcionar em modo totalmente automático.

A versão R8 V10 Plus recebeu ainda diversas melhorias para sustentar a característica superior do superesportivo. A começar pela estrutura: a carroceria pesa apenas 210 kg, sendo que o peso total é de 1.595 kg. A suspensão esportiva é de série e o motor é montado baixo, dando ao veículo centro de gravidade ideal.

Na prática
Para o motorista, esses números representam uma aceleração de impressionar e de colar o corpo no banco. Por outro lado, exige prudência. O supersportivo é um “demônio” na pista e, apesar de toda a estabilidade e os sistemas de segurança que oferece, as irregularidades das vias no Brasil são obstáculos perigosos.

A suspensão esportiva é de série e o motor é montado baixo no R8 V10 Plus (Foto: Divulgação)A suspensão esportiva é de série e o motor é
montado baixo no R8 V10 Plus (Foto: Divulgação)

Nas curvas e em manobras rápidas, o carro mostra grande destreza, o que passa confiança ao motorista na estrada e garante agilidade no trânsito de cidades, embora seja um desperdício usar este tipo de automóvel no dia a dia. Especialmente, porque não se aproveita em nada o potencial da máquina.

Outra questão é o tamanho do carro: ele tem 4,4 m de comprimento, 2,65 m de distância entre-eixos, 1,9m de largura e 1,25 m de altura. Ou seja, além de grande, é bem baixo e dificulta a visualização do trânsito e o entrar e sair do habitáculo. Já pelo caráter esportivo, o porta-malas tem capacidade de apenas 100 litros.

Frenagem
Tão impressionante quanto a aceleração do R8 V10 Plus é a sua frenagem. O modelo tem freios a disco traseiros, internamente ventilados e perfurados e com design de onda que reduz o peso; e na dianteira, freios de cerâmica, que são ainda mais leves e duráveis. Na pista, a 100 km/h, o superesportivo trouxe muita precisão entre a reação ao pressionar o pedal até a parada total.

Novo motor V10 5.2 TFSI do Audi R8 Plus produz 550 cv de potência a 8.000 rpm  (Foto: Divulgação)Novo motor V10 5.2 TFSI do Audi R8 Plus produz
550 cv de potência a 8.000 rpm (Foto: Divulgação)

Conclusão
O R8 pode não ter o mesmo glamour ostentado pelo nome Ferrari, mas sustenta o porte e está na lista das supermáquinas mais animadinhas em produção. O modelo alemão ganha na vantagem de preço dentro de sua categoria — a Ferrari California 30, por exemplo, que acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,8 segundos, custa no Brasil ao redor de R$ 1,5 milhão.

Além disso, pode ser considerado um pouco mais versátil do que os concorrentes mais visados: mesmo sem o perfil urbano, é um carro que até daria para arriscar em estacionar em um shopping. Se a ideia é “brincar” e não desfilar com uma marca em si, pode-se dizer que existe um bom custo-benefício no modelo da Audi.

Audi R8 V10 Plus tem transmissão compacta de dupla embreagem com função de controle de saída para arranque mais rápido (Foto: Divulgação)Audi R8 V10 Plus tem transmissão compacta de dupla embreagem com função de controle de saída para arranque mais rápido (Foto: Divulgação)

Comments are closed.